Ora Então Um Grande Bem Haja ... oprazerdainsolencia@sapo.pt
Segunda-feira, 21 de Novembro de 2005
as mulheres caminham no sentido do suicídio colectivo
o prazer da insolência orgulha-se de apresentar a primeira teoria mais ou menos séria sobre relacionamentos e sociologia humana e que vem provar que as mulheres caminham no sentido do suicídio colectivo... vamos a isso

com a treta da igualdade de direitos entre os sexos, alguns comportamentos até agora tidos como certos por parte de cada um dos géneros são postos em causa, passo a explicar; se por um lado a mulher tem historicamente obrigações ao nível da cozinha, arrumação em vários quadrantes nomeadamente, aspiração, limpar o pó, lavar a loiça, lavar a roupa, passar a ferro, arrumar a roupa e ainda o tratamento dos miudos e do sexo oral com gosto (no fundo tarefas simples que não exercitam devidamente o intelecto); o homem tem por seu lado a obrigação cultural de tomar a iniciativa de se levantar a meio da noite se forem ouvidos ruídos anómalos durante o sono, até aqui estamos de acordo certo?... ora como essa iniciativa raramente é tomada pelo marido, a mulher (que geralmente acorda primeiro sempre que o vento abana as persianas) encontra-se numa posição privilegiada para acordar o cônjugue e chamá-lo à atenção para o fenómeno, isto porquê? porque a fêmea tem como suporte o facto de ter lavado a loiça, passado a ferro, feito o jantar, alimentado os putos e engolido o esperma... desta forma por muito que sejam elas que se afligem estupidamente a meio da noite com o esvoaçar de um pardalito, nunca se levantam para averiguar seja o que for deixando esse procedimento para o seu marido que é obrigado a assumir essa responsabilidade por muito que estivesse num sono profundo a sonhar com imperias de borla e strippers

pois bem, com esta treta da igualdade de direitos muitos homens passam (por imposição feminina) a efectuar as tarefas tradicionalmente destinadas às mulheres, tudo bem, acontece que agora as tarefas atribuídas naturalmente aos homens passam também elas a ser avaliadas sob uma prespeciva matrimonial mais do que sob a prespectiva unicamente masculina, desse modo quando a meio da noite a mulher acordar sobressaltada com o som de um caranguejo no paraguai, perde segundo esta nova visão matrimonial, pertença sobre o direito de acordar o cônjugue sendo agora obrigada a própria fêmea a levantar-se e averiguar ela mesma os ruídos estranhos... acontece que esses sons anómalos podem efectivamente estar relacionados com manobras perigosas, tais como assaltos ou passos da simara e tendo à partida a mulher um raciocínio menos dotado de rapidez e menos preparação para situações de choque físico do que o cônjugue, desenvolve então mais probabilidades de sair ferida desse combate e pode com facilidade morrer... se por outro lado um homem tratasse da situação como seria lógico, ninguém morria e não viam o plasma e o dvd serem levados para longe numa carrinha preta

agora que o marido lava a loiça e alimenta os putos (mesmo que confunda com frequência a cerelac e o pedigree pal), a mulher perde a condição de o acordar para tratar dos ladrões maus pelo que assim morre... como pode a leitora ver a igualdade de direitos não beneficia as mulheres muito pelo contrário... tendo em conta que a treta da igualdade de direitos é uma situação despoletada pelo sexo feminino, é então o próprio sexo feminino que potencia situações de perigo a si próprio. no fundo, e em jeito de análise final, alterando o panorama matrimonial no sentido de uma divisão maior de tarefas, as mulheres terão de enfrentar não só assassinos perigosos mas também tornados, avalanchas, a claque do vitória de guimarães e solhas famintas, morrerão então de modo a proteger a sua igualdade... é assim possível afirmar que as mulheres caminham no sentido do suicídio colectivo e consigo provar claramente que o actual sistema de desigualdades é na realidade uma questão de justiça social que protege as mulheres

homens, por favor apoiem-me nesta merda se realmente preferem a super bock e o gabriel alves ao sonasol amoniacal e à neoblanc...

ora então um grande bem haja


publicado por Insolente às 18:21
link do post | comentar | favorito

39 comentários:
De Jose' Dias a 27 de Novembro de 2005 às 12:06
Oh amigo insolente, se há coisa que eu adoro fazer é COZINHAR!!! Não venhas cá com essas cantigas do tempo da idade média porque hoje até já se encontram grandes chef's! ;)) Tá tudo fixe contigo? Por aki podia estar melhor... Um abraço*


De Betty Branco Martins a 27 de Novembro de 2005 às 02:10
Querido Insolente

Não sei se já reparaste que há muito, mas mesmo há muito tempo que os electrodomésticos, deixaram de ser brancos - como os vestidos das "noivas" só isso quererá dizer alguma coisa!!! Agora "as mulheres caminham no sentido do suicídio colectivo!!!" isto é para as galinhas - não é para as MULHERES!

Mas eu gosto da tua insolência :)

Beijinhos


De Mocho a 26 de Novembro de 2005 às 21:28
Não me digas, já sei por onde andas: elas pegaram em ti e mandaram-te ao Tejo! PIU!


De Phunkie Star a 26 de Novembro de 2005 às 16:34
... Fiquei com medo do caranguejo do paraguai e da calque do vitória de guimarães! :P

Agora falando mais a serio: vou tomar isso como toda uma ironia construída após profundo pensamento sobre a condição feminina na sociedade! lol


De Bic Laranja a 26 de Novembro de 2005 às 01:03
Brilhante ironia ao desconcerto social vigente. Entrar na discussão seria cair no logro... Cumpts.


De Boi da Prsia a 25 de Novembro de 2005 às 22:47
Quanto mais lhes bates mais elas gostam...chama-se masoquismo...eu prefiro o tauísmo...ela de quatro e TAU, TAU, TAU...enfim arte tauísta!!


De Paula a 25 de Novembro de 2005 às 20:03
Gosto do teu blog e do que escreves!!! Vou tentar ser mais assídua. Um abraaaaaço


De Paula a 25 de Novembro de 2005 às 20:01
Que fobia!!!! Ou será uma extrema admiração pelas mulheres?... que conseguem a igualdade através do saber fazer o que antes era do domínio masculino??? e claro ... há que repartir tarefas!!! Uiiii ... doi tanto! Um abraaaaço


De Pozinhos de Perlimpimpim a 24 de Novembro de 2005 às 18:38
Olá insolente, vim apenas para te dizer que estás na boa, eu ás vezes também venho aqui e não leio o texto todo de uma só vez...leio aos poucos...eheheheh. visita-me no meu novo blog em http://outrapartedemim.blogs.sapo.pt Beijos mágicos


De fdarkeyes a 24 de Novembro de 2005 às 16:35
É pah! É que nem sei por onde começar! Tu deves dar uma fortuna a ganhar aos fabricantes de GPS portáteis! É que cada visitante que aqui entra e se dispõe a comentar...precisa de uma coisa dessas! Mas doi-me de tal forma os meus ginasticados abdominais de tanto me dobrar a rir que me fico pela posição de síntese: VIVA A SUPERBOCK E O GABRIEL ALVES! E TUDO AQUILO QUE OS SUBSTITUA (eu cá propunha uma Gabriela Alves; quanto à superbock, está bem assim!)!


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


posts recentes

Estou de volta... noutro ...

FIM

o oceano índico tem a man...

terminou o caso mateus, a...

luta de boxers

o tuga é algo otário

jorge coroado, mestre da ...

mundial da prostituição

as crianças e os mosquito...

o código da mariquice

arquivos

Setembro 2007

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

links
blogs SAPO
subscrever feeds