Ora Então Um Grande Bem Haja ... oprazerdainsolencia@sapo.pt
Sexta-feira, 14 de Janeiro de 2005
empregados demorados
o que fazer quando estão num restaurante e nenhum empregado vos atende? todos nós ja passámos por isto... so mesmo quem nunca foi a um restaurante não terá queixas deste género... (no meu post “Insolente no restaurante” abordei a temática dos restaurantes finos cuja problemática não se aplica neste caso específico) ...

no outro dia fui almoçar fora... pedi um cestinho de pão mas este demorou tanto tempo a chegar que em vez de almoçar... jantei. tenho ideia que se entrasse nesse restaurante agora, quando voltasse á rua a luz do sol cegar-me-ía, ja teria a barba por fazer e entretanto já o ps estava no poder...
quantas vezes queremos pedir mais uma manteiguinha de alho ou um patê daqueles ranhosos de sardinha (quem é que come aquela merda? a serio eu não sei... se alguem gostar daquilo é favor notificar-me via comentário... é mesmo só por curiosidade... eu não vos faço mal) e ninguem nos liga nenhuma?
quanto tempo mais serão os nossos “pshht faz favor tá óvire” ignorados?

esse problema acabou e a resposta é simples... dar nas vistas de forma discreta... não custa nada... a melhor maneira de chamar a atenção de um empregado é mesmo dar nas vistas, contudo declamar passagens dos lusíadas, gritar a pulmões abertos “eu gosto de laura pausini” ou (como fazia o michael jackson) lançar criancinhas pela janela (ele tem muitas não se preocupem)... apesar de resultar, é capaz de não ser lá muito bom para a vossa imagem... podem simplesmente deixar cair uma faca (certifiquem-se de que fará barulho... aproveitem um momento de silêncio ou isso)... vem de lá logo um senhor atrapalhado para lhe trocar o talher... ao qual se responde “traga-me lá uma faquinha então... e já agora era mais um cestinho de pão e uma garrafinha de água fresquinha se fizer favor”... sem stresses nem confusões, é tudo uma questão de funcionalidade... se por acaso a faca não resultar... “ops” vai um copo e em casos extremos pode-se sempre pegar fogo á toalha... sem querer pois claro... “foi o miudo, coitadinho”...

e agora é tempo da pergunta existencial... quanto tempo espera um palestiniano até decidir rebentar com o restaurante? será que em israel os empregados são assim tão demorados? ou é a malta da palestina que não sabe esperar? e será que no meio dos destroços ainda se ouve o palestiniano danado dizer “então mas esse bitoque vem ou não vem?”

imagine-se o palestiniano sossegadito lá na mesa do canto sem que ninguem se digne a apontar-lhe o pedido... que é que ele faz? liga-me pois claro e pergunta assim, “epá ó Insolente tou aqui á que tempos no tavares mas ninguem me liga nenhuma pá, é a tal coisa... diz-me do alto de toda a tua sabedoria, qu’é que eu faço?” (isto tudo lá na lingua deles)... lá lhe expliquei a técnica da faca e que aumentasse a intensidade se necessário... do que eu não estava á espera era de o ver á noitinha no telejornal... tenho ideia que era ele... não lhe encontrei a cabeça mas tava lá um braço no entulho com uma tatuagem a dizer “i love pop corn” e não acredito que em toda a faixa de gaza mais alguem tenha uma tatoo que diga “i love pop corn” é uma coisa nossa que eu não posso explicar...
como isto já se passou à algum tempo, temo ter sido o inventor do conceito de bombista suicida... por outro lado... não

conclui então que a maioria dessa malta que anda para aí a explodir com restaurantes até nem são bombistas suicidas... fartam-se é de esperar pelo ice tea de pêssego... aliás em israel não existem livros de reclamações, mas antes, bombas de reclamações... podes explodir uma mesa, a cozinha, o restaurante ou o quarteirão dependendo da queixa... de qualquer forma eles também não são um povo lá muito paciente... ainda no outro dia esse meu amigo queria saber o resultado do portugal – lichenstein e eu como é natural tava com vergonha de lhe dizer, só que ás tantas ele diz-me assim “epá ou te chibas ou rebento contigo”... ele depois até se riu mas na altura aquilo assusta porque eles têm aquela mania estranha de irem pelos ares e eu na dúvida lá lhe disse... mas também já tou farto de o avisar “olha que tu um dia ainda te aleijas, a brincadeira sai-te cara” mas ele é que sabe... de qualquer forma ele ainda está no início de carreira... só mata cães e deputados

quando eramos miudos ele gostava era do carnaval... enquanto eu atirava bombinhas de mau cheiro ele lançava uns rockets pequeninos que fazia lá na garagem do tio. tambem gostavamos muito de atirar balões de ácido sulfúrico na assembleia... era a paródia ver os deputados a sair la de dentro a correr de braços no ar aos gritos... “ai ai ai, ai ai ai” diziam eles na brincadeira...

este post inicialmente estava destinado ser uma espécia de guia comportamental em restaurantes ordinários mas acabou a falar da história de um rapazinho palestiniano... eu as vezes perco um bocado o controlo... peço desculpa

ora então um grande bem haja


publicado por Insolente às 15:29
link do post | favorito

De Ana a 19 de Janeiro de 2005 às 10:43
tá demorado o pc...lol
olha lembrei-me de 1 coisa que pode ser muito util quando não nos ligam nos restaurantes não sei se viste aquele filme com a meg ryan em que ela resolve cemonstrar publicamente que se pode fingir um orgasmo e está num restaurante... pornto, tá tudo dito... assim deve-se conseguir atenção incondicional do empregado, da cozinheira, do gerente, dos outros clientes e com sorte dos funcionários daquele edifício cor de rosa na avenida do brasil..
ah poix:P
zituxxx********


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


posts recentes

Estou de volta... noutro ...

FIM

o oceano índico tem a man...

terminou o caso mateus, a...

luta de boxers

o tuga é algo otário

jorge coroado, mestre da ...

mundial da prostituição

as crianças e os mosquito...

o código da mariquice

arquivos

Setembro 2007

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

links
blogs SAPO
subscrever feeds