Ora Então Um Grande Bem Haja ... oprazerdainsolencia@sapo.pt
Sexta-feira, 16 de Dezembro de 2005
natal dos hospitais
quem tem por hábito visitar-me sabe que se há coisa que eu adoro, alem de escrever o meu nome nas paredes com urina, é tudo aquilo que seja mítico e deprimente, e repare o leitor que contra todas as espectativas eu não me estou a referir nem à simara nem ao programa de culinária da rtp áfrica (juro que foi sem querer isto de juntar a simara e culinária, pela minha alminha, que me caia já aqui um pelo do nariz)

mas pronto pelo título o leitor já deverá ter adivinhado que falo do natal dos hospitais, arrisco dizer que é a celebração portuguesa que une de forma mais genuína a sua vertente mítica e a total deprimência que é ver o senhor serôdio de 104 anos com um sorriso senil e com as mãos quase unidas como quem ía bater palmas e se esqueceu a meio... quase que aposto que esses velhos ficam nos lugares de um ano para o outro e não dão por isso

isto tudo para dizer que assistir ao natal dos hospitais é como ver deficientes mentais a defecar... mete pena e nojo ao mesmo tempo e pensamos “isso, estás a limpar bem o rabiosque tu consegues vá deficiente e agora vai para onde? isso, não não não, na boca não, não se esfrega na boca, não é para lamber... ah que estúpido”

não se pode falar em natal dos hospitais sem falar de nel monteiro, essa figura ímpar da música popular portuguesa e da construção civil francesa... o cantor interrompeu a colocação de azulejos na casa de banho que está a remodelar num apartamento vandalizado nos arredores de paris para se juntar à festa e fazer aquilo que faz de melhor... encaixar contraplacados... só depois cantou alguns dos êxitos que o celebrizaram, no final os deficientes mentais lá aplaudiram... os restantes doentes, o staff da rtp, os outros convidados e os tele-espectadores espalhados pelo mundo optaram por lamber cocó... o tino de rans aplaudiu...

na edição deste ano muita gente estranhou não serem ouvidas palmas após as performances dos artistas e foi concluido não ser boa ideia colocar na plateia a ala de traumatologia... para 2006 já se fala em cadáveres ou militantes do partido comunista, a opção já foi aliás tomada e vai no sentido de privilegiar aqueles que apesar de tudo apresentem maiores sinais vitais... os comunistas sentem-se injustiçados mas já lhes foi prometido quem em 2007 é a vez deles... de acordo com a organização é natural a vantagem dos cadáveres até porque “são mais vivaços e fáceis de remover no final”... jerónimo de sousa quase reagiu a estas declarações mas teve sete tromboses

o natal dos hospitais tem um grave problema de estética, é que por muito bonitos que sejam os cenários e os efeitos luminosos, as crianças entubadas com um ar ofegante e as pessoas que viram as suas caras desfeitas por ursos matam quase sempre o ambiente, alem disso foi escolhido para apresentador o julio isidro que venceu os globos de ouro em 97, 98 e 2003 na categoria “fui expulso do meu planeta de origem e sou mais deprimente que um testículo do manoel de oliveira”, isidro apresentou a gala de borla mas aceitou o desconto do hospital santa maria na milionária operação a que se vai submeter e que envolve a remoção de 14 metros de nariz

ora entao um grande bem haja


publicado por Insolente às 15:52
link do post | comentar | favorito
|

43 comentários:
De Slvia a 27 de Dezembro de 2005 às 18:34
Estou a ver que gostas mesmo do Natal dos Hospitais... Nunca mais chega o próximo... Hehe!
Um bom ano para ti e para aqueles de quem mais gostas.
http://sunshine.blogs.sapo.pt/


De Elsita a 26 de Dezembro de 2005 às 15:55
Irra! Ainda! É até aos Reis, eu sabia! Que falta de inspiração! Será possível que tenham outras coisas para fazer alem de andarem na NEt?????E postarem e visitarem os outros bloguistas! Haja paciência para vir aqui e ver o Natal dos Hospitais. Só volto pro Ano aqui, pront´s


De shakermaker.blogs.sapo.pt a 24 de Dezembro de 2005 às 21:06
Ora viva Caro Insolente... Passei por aqui para lhe desejar Boas Festas e acima de tudo, melhores que as minhas. Para mim, o Natal é sempre mau pois tenho que comer bacalhau. Não é por não gostar, mas porque raio tenho que comê-lo cozido se afinal há 1001 maneiras de o cozinhar?! Depois tenho que levar com as broas e as belas das filhós, o arroz doce da minha tia e o pão-de-ló das minhas avós. Detesto lampreia de ovos e odeio rabanadas, mas até gosto de bolo-rei por causa das frutas cristalizadas. Antes de começar a refeição fazemos uma oração, mas como não sei rezar limito-me a mexer a boca para acompanhar. Por mais que tente escapar não há mesmo volta a dar, sou eu que acendo a lareira e ponho a lenha a queimar. Já cá faltavam as meias brancas da Sport com as raquetes a condizer, são sempre as piores prendas que me podem oferecer. Depois há os Old Spice e os perfumes da Adidas, que recebo todos os anos das minhas tias queridas. Mais uns pares de cuecas azuis para estrear no ano novo, porque as minhas avós fazem questão de manter esta tradição. A minha mãe desilude-me com as suas gravatas aos quadradinhos, e a minha madrinha para condizer, oferece-me camisas com quadrados nos colarinhos. Por mais que não goste, tenho que estar presente... Mas todos os anos, o meu Natal é sempre deprimente. Caro Insolente, espero que o seu Natal seja bem melhor do que o meu, Boas Festas! Um abraço... SHAKERMAKER (Sabe, eu ainda sou do tempo em que este blog perdeu os três só duma vez. Continua a ser o meu segundo blog preferido pois não há amor como o septuagésimo terceiro, claro está.)


De abilio do lao a 23 de Dezembro de 2005 às 15:57
era cá estou eu nesta quadra natalicia muita linda e envolvente apenas hoje e agora para me redimir do esquecimento anterior e apenas para,dizia eu, mandar daqui um beijo molhado, porque nao dize-lo, molhado! ; ao meu amigo, mais, ao meu companheiro de aventuras em safaris, as vezes que nos ja contamos as estreas...mas dizia eu um beijo molhado, bem humido insolente, bem humido, e mais... nada.


De Mocho a 23 de Dezembro de 2005 às 01:17
Arre, que tu és horrível!!! O que te vale é que já gostamos de ti e desculpamos-te esse mau feitio aterrador, medonho, pavoroso, abominável, cruel, detestável...e essas verdades vernáculas. Desejo-te um óptimo natal, rodeado de mimos e atenções, que é para ver se vens mais brando e meigo (PIU)!!! FELIZ NATAL, insolentinho. Em puto deves ter levado tantas nesse rabo...ai mãe...gostava tanto de ter participado nos castigos!!!!


De Elsita a 22 de Dezembro de 2005 às 20:47
Ainda Natal dos Hospitais??? É até ao dia de Reis não!?!?!? Faz favor de ir colaborar na votação porno lá do meu blog!


De sussurros da lua a 22 de Dezembro de 2005 às 20:04
FELIZ NATAL!


De Elise a 22 de Dezembro de 2005 às 16:44
Lolllll!! É assim mesmo insolente! E já agora, bom natal! :)


De Jesse a 22 de Dezembro de 2005 às 14:05
Sabes uma coisa?
concordo plenamente com tudo o que disseste em relaçao ao natal dos Hospitais!!
é k é assim mesmo..
ah , e outra coisa , escreves mt bem mesmo
:)


De Cientista da Merda a 22 de Dezembro de 2005 às 00:34
Brigada pela visita ao laboratório. As análises já estão prontas.


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


posts recentes

Estou de volta... noutro ...

FIM

o oceano índico tem a man...

terminou o caso mateus, a...

luta de boxers

o tuga é algo otário

jorge coroado, mestre da ...

mundial da prostituição

as crianças e os mosquito...

o código da mariquice

arquivos

Setembro 2007

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds