Ora Então Um Grande Bem Haja ... oprazerdainsolencia@sapo.pt
Segunda-feira, 21 de Novembro de 2005
as mulheres caminham no sentido do suicídio colectivo
o prazer da insolência orgulha-se de apresentar a primeira teoria mais ou menos séria sobre relacionamentos e sociologia humana e que vem provar que as mulheres caminham no sentido do suicídio colectivo... vamos a isso

com a treta da igualdade de direitos entre os sexos, alguns comportamentos até agora tidos como certos por parte de cada um dos géneros são postos em causa, passo a explicar; se por um lado a mulher tem historicamente obrigações ao nível da cozinha, arrumação em vários quadrantes nomeadamente, aspiração, limpar o pó, lavar a loiça, lavar a roupa, passar a ferro, arrumar a roupa e ainda o tratamento dos miudos e do sexo oral com gosto (no fundo tarefas simples que não exercitam devidamente o intelecto); o homem tem por seu lado a obrigação cultural de tomar a iniciativa de se levantar a meio da noite se forem ouvidos ruídos anómalos durante o sono, até aqui estamos de acordo certo?... ora como essa iniciativa raramente é tomada pelo marido, a mulher (que geralmente acorda primeiro sempre que o vento abana as persianas) encontra-se numa posição privilegiada para acordar o cônjugue e chamá-lo à atenção para o fenómeno, isto porquê? porque a fêmea tem como suporte o facto de ter lavado a loiça, passado a ferro, feito o jantar, alimentado os putos e engolido o esperma... desta forma por muito que sejam elas que se afligem estupidamente a meio da noite com o esvoaçar de um pardalito, nunca se levantam para averiguar seja o que for deixando esse procedimento para o seu marido que é obrigado a assumir essa responsabilidade por muito que estivesse num sono profundo a sonhar com imperias de borla e strippers

pois bem, com esta treta da igualdade de direitos muitos homens passam (por imposição feminina) a efectuar as tarefas tradicionalmente destinadas às mulheres, tudo bem, acontece que agora as tarefas atribuídas naturalmente aos homens passam também elas a ser avaliadas sob uma prespeciva matrimonial mais do que sob a prespectiva unicamente masculina, desse modo quando a meio da noite a mulher acordar sobressaltada com o som de um caranguejo no paraguai, perde segundo esta nova visão matrimonial, pertença sobre o direito de acordar o cônjugue sendo agora obrigada a própria fêmea a levantar-se e averiguar ela mesma os ruídos estranhos... acontece que esses sons anómalos podem efectivamente estar relacionados com manobras perigosas, tais como assaltos ou passos da simara e tendo à partida a mulher um raciocínio menos dotado de rapidez e menos preparação para situações de choque físico do que o cônjugue, desenvolve então mais probabilidades de sair ferida desse combate e pode com facilidade morrer... se por outro lado um homem tratasse da situação como seria lógico, ninguém morria e não viam o plasma e o dvd serem levados para longe numa carrinha preta

agora que o marido lava a loiça e alimenta os putos (mesmo que confunda com frequência a cerelac e o pedigree pal), a mulher perde a condição de o acordar para tratar dos ladrões maus pelo que assim morre... como pode a leitora ver a igualdade de direitos não beneficia as mulheres muito pelo contrário... tendo em conta que a treta da igualdade de direitos é uma situação despoletada pelo sexo feminino, é então o próprio sexo feminino que potencia situações de perigo a si próprio. no fundo, e em jeito de análise final, alterando o panorama matrimonial no sentido de uma divisão maior de tarefas, as mulheres terão de enfrentar não só assassinos perigosos mas também tornados, avalanchas, a claque do vitória de guimarães e solhas famintas, morrerão então de modo a proteger a sua igualdade... é assim possível afirmar que as mulheres caminham no sentido do suicídio colectivo e consigo provar claramente que o actual sistema de desigualdades é na realidade uma questão de justiça social que protege as mulheres

homens, por favor apoiem-me nesta merda se realmente preferem a super bock e o gabriel alves ao sonasol amoniacal e à neoblanc...

ora então um grande bem haja


publicado por Insolente às 18:21
link do post | comentar | ver comentários (39) | favorito
|

Segunda-feira, 14 de Novembro de 2005
toca a ser homem faz favor
tenho saudades do tempo em que uma ida ao barbeiro era algo másculo onde se falava de futebol, gajas e carne com gordura... hoje em dia fala-se do penteado da julia roberts e da nova gama de produtos da l’oreal, não pode ser... vais cortar o cabelo e os gajos nem te arrancam um pedaço da orelha enquanto olham para uma gaja boa nem nada, que é feito do sangue a escorrer pelo pescoço? antigamente se gostassem de ti ainda te aparavam os pelos do nariz e das orelhas de borla, hoje em dia se te acharem piada apontam na factura o número de telefone deles debaixo da frase “eu engulo”... e fazem madeixas pá, que merda é essa? madeixa que é madeixa é o pedaço de tinta azul robiallac que salpicou quando o homem estava a pintar a casa da sogra que secou no cabelo e nunca mais saiu, isso ou restos de super cola três que ficam no cabelo quando um gajo se distrai e coça o sacana do piolho depois de colar uma perna da mesa da sala de estar arrancada ao pontapé depois do benfica sofrer golo... isso é que são madeixas

o último dos antros de masculinidade que se está a perder são os táxis... já não deixam entrar bêbados com medo que lhes vomitem os estofos, que paneleirice... o cheiro característico de um bom táxi nacional não é senão o de estofos do século XIX envoltos em vomitado de cozido à portuguesa e berbigão levemente disfarçado com bolas de naftalina... isso sim, um homem a sério entra num desses táxis e desata instantaneamente a falar do benfica e a desconfiar do taxímetro... porque isso é de homem

coisa que não é de homem é o voluntariado e passo a explicar porquê... homem que é voluntário é homem que tem consciência social... homem que tem consciência social é homem que é sensível... homem que é sensível é paneleiro... homem à séria é homem que anda com o palito no canto da boca, regurgita pedaços do almoço a caminho do trabalho e pontapeia gatos... um homem só ajuda terceiros voluntariamente se isso lhe trouxer a possibilidade de fazer sexo... é essa a única excepção ao voluntariado “ó carla matadinho claro que levo o teu pai moribundo ao hospital a meio da noite e não é incómodo nenhum ir à procura do teu gato que desapareceu à duas semanas debaixo de chuvas torrenciais, eu que até comprei um impermeável novo e tudo... por falar nisso que é que fazes logo à noite? sabes que tens um grande par de mamas...”

tudo bem que existem fraldas para adultos mas só se devem usar quando o estado mental do dito cujo ultrapassou há já muito tempo a senilidade, isto porquê? porque homem que é homem enquanto estiver bom da cabeça não usa fraldas... por muito velho e mijão que se seja e não se aguente com os cagalhões no cú antes de sair do autocarro não usa fraldas, é bem mais másculo ver uma mancha líquida formar-se nas calças do que ter a cintura da jeniffer lopez por causa das lindor anatómicas... um homem tem de saber dizer às pessoas que o olham com um ar incrédulo enquanto ele urina perna abaixo na estação de metro da alameda algo como “minha senhora eu sou um homem de idade e é por isso que me orgulho do meu chichi que pode ver neste momento a encher o meu sapato esquerdo, vou aliás neste momento começar a defecar, cá está, é possível inclusivé separar as ervilhas do ovo mexido, fabuloso...”

antes que me esqueça... ter pelos é de homem... animais com pelo: lobos, leões e ursos, ou seja, animais de homem... animais sem pelo: focas, golfinhos e pinguins, ou seja, animais paneleiros... gaja que se preze tem ou teve um caderno com golfinhos, ao invés, homem a sério mata focas bebés com tacos de baseball pela nuca... pensem nisso quando depilarem os colhões... qualquer dia deixamos de mandar escarretas e peidos, coçar as partes marotas e desentupir o nariz com a técnica “nó do polegar na narina” que se baseia em expelir à bruta a langonha pelo orifício que sobrar, tomem juízo... toca a ser homem

ora então um grande bem haja


publicado por Insolente às 09:04
link do post | comentar | ver comentários (47) | favorito
|

Sexta-feira, 4 de Novembro de 2005
o feijó e a segunda guerra mundial
que o hitler é metalúrgico no feijó e só tem três dedos no pé direito já eu sabia, agora que o conde drácula está vivo, tem problemas renais, dá pelo nome de vitor santos e trabalha na remax do feijó é que foi para mim uma grande novidade... o feijó está então a tornar-se num dos maiores centros de super heróis da margem sul e talvez do universo com presenças assíduas do batman, do homem aranha, do carniceiro de miranda (pouco conhecido apenas lançou uma edição de banda desenhada para um circuito restrito de talhantes polacos exilados em portugal) e do homem invisivel (que sei por fontes seguras tratar-se de um original da guiné bissau que só salva de noite em becos pouco iluminados)... estes reunem-se aos domingos para habituais torneios de dominó

o leitor poderá achar estranho que eu tenha no meio de tanto super-herói referido o hitler... ora o hitler na verdade chama-se josé diogo e nasceu em portimão na mesma clínica que o joão moutinho mas com apenas três dedos no seu pé direito em grande parte devido à sua mal formação genética proveniente das pulverizações de líquidos tóxicos de que portimão foi alvo nomeadamente durante a guerra biológica travada com queluz de baixo pela posse dos excedentes de produção de gelatina royal... sendo assim hitler, ou josé diogo impedido de jogar futebol dedicou-se a salvar outros jogadores de futebol desafortunados e foi assim que se tornou fisioterapeuta... curso esse que tirou na alemanha

josé diogo – olá alemães o meu nome é josé diogo
alemães – o quê o teu nome é hitler?
josé diogo – não, o meu nome é josé diogo
alemães – ai é, chamas-te hitler?
josé diogo – não, josé diogo...
alemães – hitler?
josé diogo – sim hitler...

já na alemanha e depois da mudança de nome chegou rapidamente a fuhrer quando debelou em tempo recorde uma entorse no ponta de lança da selecção contudo mais preocupado em manter a saúde física dos futebolistas alemães do que em governar a nação, josé diogo deixou o comando do país a um antigo alpinista suiço que por ter ficado tetraplégico numa avalanche na polónia, a invadiu em 1939 com o exército alemão através da utilização massiva de lança-chamas com o objectivo lógico de derreter toda a neve do mundo... estalou então a segunda guerra mundial quando os aliados bateram o pé porque queriam deixar ficar a neve dos montes urais, da serra da estrela e de um suposto lago gelado na figueira da foz

o alpinista suiço arrependeu-se, fugiu para portugal e deixou hitler como responsável máximo de uma guerra que o próprio nem sabia que existia por estar demasiado ocupado com a rotura de ligamentos do guarda redes dos juniores do bayern de munique... teve então também ele de fugir para portugal e retomar uma nova vida na margem sul como preparador físico da equipa de basquete do clube recreativo do feijó, veio com ele o guarda redes dos júniores do bayern de munique que já melhor do joelho se dedicou a salvar vidas... este jovem guarda redes do bayern de munique é hoje conhecido como super homem e namora com a terry hatcher... o facto do super homem ter iniciado a sua actividade no feijó pode ajudar a explicar a forma como o feijó se assumiu como capital mundial do super herói, da fisioterapia e da sopa de cação

o alpinista suiço por sua vez não se exilou no feijó mas sim em miranda e disposto a redimir-se da invasão à polónia dedicou a sua vida daí em diante a ajudar três talhantes polacos que trabalhavam no talho 20 e pela sua rapidez no esquartejo da vaca haveria de se tornar uma lenda na comunidade de miranda e ficou conhecido como o carniceiro de miranda... após oferecer toda a sua fortuna (quase sete contos) aos três talhantes polacos, mudou-se então para o feijó onde refez a sua vida como repositor das prateleiras mais altas do pingo doce na secção dos produtos de higiene e limpeza, joga nos tempos livres ao dominó com o josé diogo com o qual manteve relações de amizade e mantem um secreto amor profundo por gelatinas royal e rabanetes

isto é tudo verdade... assim assim...

ora então um grande bem haja


publicado por Insolente às 09:40
link do post | comentar | ver comentários (31) | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


posts recentes

Estou de volta... noutro ...

FIM

o oceano índico tem a man...

terminou o caso mateus, a...

luta de boxers

o tuga é algo otário

jorge coroado, mestre da ...

mundial da prostituição

as crianças e os mosquito...

o código da mariquice

arquivos

Setembro 2007

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds