Ora Então Um Grande Bem Haja ... oprazerdainsolencia@sapo.pt
Quarta-feira, 26 de Outubro de 2005
pro evolution soccer 5
olá, falo-vos de um futuro não muito distante, estou cerca de um ano à frente do dia em que podem ver no vosso calendário... hoje é o dia do lançamento do jogo pro evolution soccer 6 e é acima de tudo o dia em que vou deixar de jogar pro evolution soccer 5... algo mudou nestes últimos doze meses que percorri à vossa frente

quando comecei a jogar reparei desde logo que não ía conseguir parar tão cedo, já não como, já não durmo, já não vejo o programa do figueiras, já não vou às aulas de ballet mas quem precisa disso quando o nosso organismo se alimenta de jogadas ao primeiro toque e golos à entrada da área? com o passar dos meses o meu corpo começou a reduzir as suas funções à anatomia básica pelo que no final do primeiro trimestre era já notória uma atrofia significativa nas pernas, tronco e braços ao mesmo tempo que desenvolvi músculos sobre-naturais nos polegares que são hoje em dia sete vezes maiores do que os meus pés... desenvolvi ainda o síndrome de pierluigi colina, ou seja, uma cabeça calva disparatadamente grande em relação ao resto do corpo com olhos de coruja gigante para ver bem as desmarcações do adversário e orelhas tipo duende da floresta mágica para ouvir bem os festejos dos adeptos após mais um triunfo no campeonato, o nariz desaparece e a boca atinge dimensões mínimas tendo como função única mandar caralhadas ao árbitro

ao fim dos doze meses encontro-me com cerca de dezasseis quilos, oito deles nos polegares, a minha barba era já no quarto mês semelhante à de um filósofo do século XIX, consegui contudo atingir o nível ‘guerreiro bárbaro’ ainda antes do sétimo mês e dois meses volvidos atingi o estado ‘pirata do pacífico’, essa fase foi ultrapassada no último domingo quando abordei a derradeira etapa do crescimento de pelos faciais ao atingir o estado ‘panoramix o druida’ ou como lhe chama a gillete, missão impossível... descobri por esta ordem de ideias que o médio oriente é o local do mundo onde mais se joga PES5

tive o cuidado, antes de entrar no meu antro do vício, de deixar comida ao meu gato suficiente para mais de uma semana... passado um mês morreu, foi parvo porque eu tinha deixado bem explícito que o pacote de whiskas estava na terceira prateleira da dispensa atrás do sonasol... de qualquer forma só dei por isso passadas algumas semanas quando a casa começou a deitar um fedor pior do que o cheiro a mofo das camisas do mário soares e pronto lá tive então de ficar com a casa a cheirar mal...

descobri a grande pecha dos relógios, não dizem se é de dia ou de noite... deitei-o fora... só não me livrei do telemóvel porque de seis em seis meses tenho de ligar ao meu fornecedor de soro para me trazer mais um bidão de duzentos e cinquenta litros porque de resto é só gente chata a dizer para eu sair de casa, “nunca mais foste ao ballet” dizia a minha mãe preocupada... depois é aquela gente que antes falava muito comigo e bebíamos cerveja juntos que nunca me larga como é que se chamam?... amigos é isso, amigos... apre que não há paxorra, em janeiro ligaram-me e sofri um auto golo por causa disso, em setembro não fosse eu estar com atenção era outro... sempre a ligar sempre a ligar, parece que são da tele2

não tenho vida sexual mas de vez em quando o meu corpo através de uma espécie de função orgânica automática propicia ejaculações várias e sem pré-aviso que permitem não só a evacuação do armazém testicular como a continuação da produção de espermatozóides de modo a manter viva a possibilidade de algum dia vir a procriar com sucesso e propagar a espécie para que as gerações futuras venham a disfrutar do pro evolution soccer... é para isso que cá estou... o esperma ejaculado bem como fezes e urina acomulados no chão e no sofá são aproveitados nos intervalos dos jogos para fazer uma mesinha de sala para colocar os comandos... as fezes têm dupla utilidade quando arremessadas ao senhor árbitro no seguimento de decisões polémicas, “toma cocó meu vigarista, toma cocó” digo eu ao senhor árbitro...

ora então um grande bem haja


publicado por Insolente às 17:18
link do post | comentar | ver comentários (21) | favorito
|

Segunda-feira, 17 de Outubro de 2005
dias-sim-senhor
ora hoje venho falar de dias maus, daqueles dias em que a melhor coisa a fazer seria ficar em casa a ver o programa do goucha, de facto os dias maus existem para que as pessoas apreciem de uma outra forma os dias bons, da mesma forma que as pessoas burras servem apenas para que as inteligentes saibam que o são, tal como as colheres de chá existem somente para que as colheres de sopa se sintam melhores... veja-se por exemplo na escola a vantagem que é ser-se filho de uma colher de sopa

colher de sopa - ah o meu pai é maior e bate no teu pai, toma toma
colher de chá - ah mas o meu tio é uma colher de pau e bate no teu pai
colher de sopa - ah mas o meu avô é aquela coisa que não sei o nome e que serve para passar a sopa da panela para o prato e é a modos que côncava e grande e bate no teu tio
colher de chá - o que é que é côncava?
colher de sopa - atão côncava vem do latim ‘com-cava’ e é algo que tem uma cava

não sei se me fiz entender, o que importa é que eu não acredito naquilo a que as pessoas teimam em chamar de dias-não, ou como lhe chama o tino de rãns “dias-nões”... nunca na vida tive um dia-não, na verdade sinto que a maioria dos meus dias são “dias sim senhor”... para quem não sabe o que é um dia-sim-senhor passo a exemplificar

no outro dia e após uma noite de copos vários acordei sim senhor completamente despido com uma coleira de picos no pescoço ao lado do armando gama e da cantora dina não pude contudo dar muita importância à coisa porque estava sim senhor atrasadíssimo para os meus afazeres sociais e com a pressa desleixei-me e deixei sim senhor queimar as torradas que de tão duras que ficaram me partiram sim senhor três dos sete dentes que ainda me restavam de outros dias-sim-senhor... já a correr para o dentista barrei sim senhor molho de lasanha nos meus testículos por acidente e antes que desse conta já estes estavam sim senhor a ser devorados pelo caniche do meu vizinho que entretanto mos arrancara à dentada, soube desde sempre que seria impossível aguentar os meus testículos até ao final da minha vida e sabendo de antemão que mais tarde ou mais cedo um cão mos arrancaria à dentada esperei sempre que fosse um doberman ou um pastor alemão a fazê-lo, daí que o meu grande pesar seja ver um caniche a devorar as minhas bolas de carne... pronto, caniches àparte entrei na sala de espera do dentista onde uma senhora iletrada me obrigou sim senhor a ler o consultório da revista maria e as legendas de um documentário sobre o ritual de acasalamento dos perús indianos no discovery channel ... depois fui almoçar

foi sem grande surpresa que ao chegar a casa à noitinha apanhei sim senhor a minha miuda a masturbar quatro angolanos que se vinham vigorosamente nas narinas dela enquanto gritavam bem alto “viv’ôs paláncas negra, o mundial já é nosso” e como é natural a pobre miuda não teve tempo de fazer o jantar porque ao que parece o sémen africano arde ainda mais nos olhos e não deixa descascar batatas convenientemente pelo que fui sim senhor jantar ao chinês e comer um velhinho... sim porque tendo em conta que nunca vi um chinês de idade, a origem daquela carne levanta muitas supeitas e interrogações... seja como for o chop suey de velhinho estava delicioso...

portanto da próxima vez que o leitor pense que está a ter um dia-não, lembre-se que podia estar a ter um dia-sim-senhor e que um cão de pequena raça podia andar a mastigar os seus testículos por essas ruelas fora e você com uma enorme vontade de procriar teria de se aguentar à bronca... isto masculinamente falando porque as mulheres não têm bolas de reprodução que se lhes possam arrancar à dentada... que sorte... deviam ter... as mulheres deviam ter colhões...

ora então um grande bem haja


publicado por Insolente às 16:11
link do post | comentar | ver comentários (20) | favorito
|

Sexta-feira, 7 de Outubro de 2005
o novo sabor manga-alho
vamos lá então a ver uma coisa ó se faz favor... verão que é verão tem sempre músicas ridículas nas rádios, bifas no algarve, o rui costa quase no benfica e acima de tudo... novos sabores nos refrigerantes, gelados, cervejas, iogurtes e preservativos... não há ano em que a fanta não lance um novo sabor tipo goiaba – caramelo, a olá invista no magnum carapau ou a freeze no sabor mentol - alcatrão... venho então através da minha demência desenvolver um sabor totalmente revolucionário que combina a manga e o alho... o sabor manga-alho... consegui num pequeno laboratório construido na minha marquise com duas placas de zinco, um grelhador, uma frigideira tefal e duas embalagens de leite matinal meio gordo, a junção da manga e do alho numa substância que não sendo nem um fruto nem uma hortaliça (chamemos-lhe frutaliça) engloba elementos de ambos à qual eu dei o nome de mangalho... assim, através desta inovação científica consegui concretizar um dos meus dois sonhos de infância... o segundo é ajudar a odete santos a baixar as calças para que esta consiga defecar em condições numa qualquer noite de aflição da mesma...

agora que tenho em mãos o mangalho, confesso não saber bem o que fazer com ele, estou com dificuldades em fazer passar a palavra acerca dos benefícios do mangalho, já inventei umas tretas a dizer que o néctar de mangalho faz bem à pele e que tem proteínas mas houve desde logo grande relutância no que toca ao sexo feminino que se tem recusado a provar as amostras do dito néctar que produzi no laboratório com a ajuda fulcral do meu pinguim e do popeye... obrigado pinguim e obrigado popeye... pondo literalmente mãos à obra consegui obter uma quantidade aceitável do produto contudo tive um revés importante quando a valentina torres afirmou que gostava do néctar de mangalho, o que levou ao desinteresse por parte das mulheres a sério que ao que parece têm vergonha de se relacionar seja de que forma for com a valentina... quem já agradeceu à valentina foi a simara ao dizer “ainda bem que apareceu outra gorda famosa porque eu a aquela gaja da abraço estavamos fartas de sermos o alvo de chacota”, a heloísa miranda acrescentou “então e eu? também sou uma gorda famosa”, “és famosa o caralho, tu és só gorda” acrescentou amavelmente a gaja da abraço

a verdade é que eu quero que o meu mangalho tenha um sabor agradável e preciso de saber se tem ou não... uma das hipóteses era fazer testes sensoriais ao nivel das glândulas salivares em animais mas o meu gato comeu todos os ratos de laboratório que eu tinha e o orçamento para coelhos é limitado a uma quantidade específica de coelhos... zero coelhos... a outra hipótese era o tino de rans mas este espécime já tinha a agenda preenchida com os seus passatempos preferidos que são coçar simultaneamente o interior do seu ânus, o espaço entre os dedos dos pés e o céu da boca através de um complicado jogo de cintura e comer ambientadores ambi-pur... assim sendo vou ter de pedir a opinião da elsa raposo

já tenho slogans e tudo... “el mangalhus imunitass, equipa mangalhel”, para iogurtes... “diga bom dia com mangalhokambo”, para mangalho solúvel no leite... “mangalhanco mais mangalhanco não hᔠpara um detergente... e ainda “será de mais pedir a mangalhaça?” para uma gasolineira com vista ao mundial de 2006

queria apenas fazer um esclarecimento, não quero de forma alguma que este texto sugira uma conotação negativamente sexual ao leitor porque indubitavelmente não é nada disso que se tenta ilustrar, quem me lê poderá pensar que ao afirmar repetidamente e de diversas formas que no fundo o meu mangalho é bom, grande e gostoso estarei a evidenciar subliminarmente uma potencial característica física que me frustra e que ao embelezar este parágrafo através de um floreado gramatical eu o tente distrair de modo a que no final o leitor apenas se recorde da palavra maçã e esqueça que este texto... maçã... se destinou exclusivamente... maçã... a mascarar os meus... maçã... insucessos sexuais através... maçã... de uma jogada humorística... maçã... baseada no trocadilho... maçã... evidenciado ao longo... maçã... do post... maçã... o que não... maçã... está de todo... maçã... a acontecer... maçã... maçã... maçã... maçã... maçã... maçã... maçã... maçã...

ora então um grande bem haja


publicado por Insolente às 19:39
link do post | comentar | ver comentários (23) | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


posts recentes

Estou de volta... noutro ...

FIM

o oceano índico tem a man...

terminou o caso mateus, a...

luta de boxers

o tuga é algo otário

jorge coroado, mestre da ...

mundial da prostituição

as crianças e os mosquito...

o código da mariquice

arquivos

Setembro 2007

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds